Nos ajude a melhorar em 2012

28 de setembro de 2011

Um Canalha Crucificado

 

Eae galera, como anda a labuta?rs. Lutas após lutas, vitórias após vitórias, mais vamo que vamo... Sei que em minhas postagens muitas vezes eu viajo e vou longe, mais sempre tem uma pequena mensagem por trás.

Ex. Séc. XXI vs. Idade da Pedra ou se não a Casa do Senhor ou Shopping Center.

Bom, mais de todas as postagens que já fiz aqui no MND Jovem, essa é muito especial, sabe aquele filho que você tem um carinho sem igual, pois é, este post é +/- assim pra mim. kkk

O post de hoje fala sobre um homem do qual já ouvimos muito falar, mais nunca damos a atenção ao ensinamento que ele nos deixou.

3…2…1… Foi!!!

Se havia alguém que não valia nada, era ele.

Se algum homem já mereceu morrer, esse certamente era seu caso.

Se houve perdedores, aquele estava no topo da lista.

Um erro atrás do outro, agora em uma situação deplorável, digno de pena. Um homem do qual talvez sempre foi o último em tudo, na escola, em casa, talvez aos seus próprios olhos tenha sido o menos amado de seus irmãos. Enfim, estava acostumado a estar por baixo de tudo e todos e naquele momento estava dando seu último passo para a descida ao fracasso total.

Ele está ali exposto diante de tantos, não consegue esconder quem ele realmente é. Exposto diante de todos com a sua única túnica (capa), essa sua capa é a da desgraça. Não fala palavras bonitas, como já disse nunca foi exemplo na escola, escola bíblica? Salinha? Nunca ganhou nenhum prêmio da “tia”. A única coisa do qual ele tem agora, são três cravos que o seguram naquela cruz.

Nesse momento está passando um filme em sua cabeça, desde a sua infância pobre e sofrida, a sua morte que é certa, não como fugir, esse breve filme é interrompido quando ouve gritos de insulto, muita zombaria, olha com muito sacrifício para o lado e vê um homem quieto, um homem irreconhecível, o sangue fresco cobre o seu rosto, os seus ossos a mostra, uma respiração ofegante, em sua cabeça uma coroa feita de galhos de espinhos e sobre a sua cabeça uma placa com a frase “REI DOS JUDEUS” e em meio a angustia e a aflição esse homem com muito esforço diz: “Pai perdoa-lhes”

Esse bandido do qual toda a sua vida foi tachado de canalha por todos ao seu redor agora está ao lado de Jesus.

O bandido olha para Jesus e começa a imaginar. – “Como um homem pendurado em uma cruz, tão próximo da morte tem um olhar tão sereno? Como ele pode ter um semblante de dor e tranquilidade ao mesmo tempo? E o “pior” orar pedindo perdão por aqueles que te bateram, penduraram em uma cruz e nesse momento jogam dados ou jogam “jóquei pô” pelas suas vestes?”

Talvez aquele “canalha” ao lado de Jesus, o tenha visto pregar, curar paralíticos, talvez tenha visto comer com os cobradores de impostos, viu abraçar o leproso ou defender mulheres ou talvez nunca antes ouviu falar de Jesus. Aquele momento de duvida, fez com que por um instante o homem se esquecesse das dores dos pregos, a preocupação com Jesus o fez esquecer as câimbras, um calor toma seu coração e ele percebe que aquele homem era realmente o filho de Deus, Jesus era o salvador.

Esse momento de silêncio é interrompido com uma pergunta que vem do outro lado da cruz de Jesus:

- Você não é Cristo? Se salva então... Ah, não esquece, me salvar também.

Nesse momento eu me pergunto. Como dois “canalhas”, vendo a mesma sena, o mesmo salvador, os dois sendo ministrados da mesma forma pelo silencio de Jesus podem ter interpretações tão distintas, aceitam da forma que lhes convém.

Jesus o mesmo que defendeu uma adultera, que defendeu multidões, nesse momento é defendido por um “Canalha”.

Mas o outro criminoso o repreendeu, dizendo: "Você não teme a Deus, nem estando sob a mesma sentença? Lucas 23:40

Nesse momento acredito que o silencio voltou a pairar naquele lugar, choros foram cessados, as zombarias pararam, o jogo de sorte pelas vestes foi interrompido. Aquele que ninguém havia olhado antes, afinal de contas, o alvo principal naquela tarde é JESUS.

Jesus levanta bem devagar a sua cabeça, para olhar quem é esse que está tomando talvez a ultima atitude de amor em relação ao Messias. Ele sorri por que sabe que aquele será mais um no reino dos céus.

Na declaração do “recém-convertido”, há duas coisas que todos nós devemos entender e lógico praticar:

Nós estamos sendo punidos com justiça, porque estamos recebendo o que os nossos atos merecem. Mas este homem não cometeu nenhum mal. Lucas 23:41

“- Somos culpados, Ele é inocente;

Somos sujos, Ele é puro;

Estamos errados, Ele está certo.”

E ele faz o pedido que todo aquele que crê no poder de Jesus já fez um dia:

Então ele disse: "Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino". Lucas 23:42

E um milagre enorme acontece nesse momento.

– O véu rasgou? Sim, mais não foi esse o maior. – Um terremoto? Sim, mais ainda não foi esse. – Já sei, os santos ressuscitados? Aconteceu também, mais ainda não é esse.

O maior milagre foi o do PERDÃO. Um criminoso, um “CANALHA” podre de pecados, fedendo pelos seus erros, agora é lavado pelo sangue que é derramado ao seu lado. Entenda a magnitude deste momento.

Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados.Isaías 53:5 

E você? É tão errado assim que Jesus não te aceite na presença d’Ele?

Pois eu tenho certeza que Ele te diria assim:

Jesus lhe respondeu: "Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso".
Lucas 23:43

Aceite a Jesus, deixe ele entrar na sua vida independente de que você mesmo se julga ser, ou quem as pessoas lhe julgam ser, Ele veio para me transformar e transformar você também.

 

Valeu, fica na paz, que Deus abençoe o restante da sua semana.

2 comentários:

Carla Santana disse...

Bem...quando nos deparamos com a frase inicial ficamos perplexo "como assim um canalha?" está louco? que ousadia é essa? e ai lemos atentos a cada palavra com uma certa revolta não querendo acreditar no que estamos lendo, e isso é bom porque acho que é esse sentimento que devemos ter ao nos deparar com qualquer situação que normalmente aceitamos todos os dias, se essa mesma indignação fizesse parte de nossa vida verdadeiramente já teríamos conseguido mudar muitas coisas, se essa mesma revolta nos fizesse defender nosso Senhor das acusações daqueles que ouviram e não quiseram escutar, daqueles que viram e não quiseram enxergar ou daqueles que sentiram e não creram ... talvez hoje estaria mais perto de se cumprir a profecia da volta do Senhor... Mais será que é isso que realmente queremos e ansiamos ??? Então está na hora de ler esse post e fazer sua parte.

MUNDO JOVEM disse...

Muito bom, Carla...
Bom, a princípio era esse mesmo o intuito do nome do post. e muitos se revoltam realmente quando imaginam que estamos falando de Jesus, porém, aqui o intuito é adorar a Deus a todo instante e não insulta-lo. Bom mais quantas vezes infelizmente nós insultamos a Jesus através de nossas atitudes, mais o seu amor é tão grande que mesmo assim Ele nos dá um segunda chance... Valeu! Carla.
Continue nos ajudando a cumprir o IDE...